Pelas ruelas de Bruxelas

Não queremos ser gabarolas, mas somos ou não somos espetaculares a deslindar títulos à maneira? Bom, mas não tentem isto em casa. Isto são muitos anos de tentativa e erro. 😀

Google maps a funcionar e pomo-nos em marcha até à Grand Place.

Resplandecente!
Super movimentada, esta praça empedrada encontra-se rodeada por vários edifícios imponentes, cada um deles mais bonito que o outro. Quase que parece que estão ali para o Concurso de Edifícios Mais Belos do Mundo.

A Câmara Municipal – um edifício gótico da Idade Média – asssume preponderância, com a sua destacada torre de 96 metros, no topo da qual, o arcanjo Miguel (santo padroeiro da Bélgica) dá cabo de um demónio.

Selfies da praxe, meia dúzia de tentativas para o EntreNós e seguimos caminho para uma das figuras mais populares de Bruxelas: o Manneken Pis. Este pequeno (é mesmo minorcas, o gajo; quem está à espera de algo em grande vai ficar meio desiludido) menino de bronze que faz xixi para a bacia da fonte, é super famoso e durante algumas festividades belgas é vestido. O seu guarda-roupa conta já com cerca de 800 peças. (o que vale é que a roupa nunca deixa de lhe servir! :D)
Continuamos o nosso passeio, agora um pouco mais à deriva (às vezes é mais divertido!) e vamo-nos deparando com algumas paredes com pedaços de banda-desenhada.  São mais de 50 as pinturas que embelezam a capital belga e que a tornam na “Capital of Comics”. Tintin, Astérix et Obélix e Lucky Luke, são alguns dos nomes mais sonantes. Para os mais apaixonados por BD, há mesmo uma rota a seguir:
http://www.brussels.be/artdet.cfm/5316
De 5 em 5 minutos aparece-nos uma loja com os famosos chocolates belgas! Oh minha nossa! As trufas!! Mais à frente, provamos uma das célebres cervejas nacionais. Estas barriguinhas vão crescer um bocado no período pós-Bélgica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

[instagram-feed]